terça-feira, 25 de outubro de 2011

Minha Vida - Rita Lee

Tem lugares que me lembram
Minha vida, por onde andei
As histórias, os caminhos
O destino que eu mudei...




Cenas do meu filme
Em branco e preto
Que o vento levou
E o tempo traz
  Entre todos os amores
E amigos


De você me lembro mais...

Tem pessoas que a gente
Não esquece, nem se esquecer
O primeiro namorado
Uma estrela da TV
Personagens do meu livro
De memórias
Que um dia rasguei
Do meu cartaz
Entre todas as novelas
E romances
De você me lembro mais...


Desenhos que a vida vai fazendo
Desbotam alguns, uns ficam iguais
Entre corações que tenho tatuados
De você me lembro mais
De você, não esqueço jamais...

terça-feira, 19 de julho de 2011

Minha vida sem você

Tô tentando reconstruir os pedaços.
Tô tentando fechar as feridas.
Tô tentando preencher o vazio do meu coração.
Seis meses sem você,difícil continuar minha vida.
Tenho saudade da tua alegria, da tua companhia,
Da cumplicidade, da lealdade que existia na nossa amizade.
Saudade por não ter pra quem falar de mim, da minha vida, não poder dividir com ninguém meus medos, meus rolos, meus amores e desamores.
Saudade enorme de você!!!
Saudade de mim, de quem eu era antes de te perder.

terça-feira, 5 de julho de 2011

Ainda sem título.

Eu queria um final feliz para as duas personagens da histótia que eu estou tentando começar a criar.
Eu tenho a necessidade de fazer com que através de minhas palavras, minhas duas personagens não tenham apenas um final feliz daqueles esteriotipados, mas um final feliz realmente esperado por elas.
Quero que a felicidade não seja apenas aparente, que nessa história elas sejam felizes pelo que são e não pelo que as pessoas pensam que elas são.
Quero que a conquista não se resuma apenas em sucesso e reconhecimento nas realizações profissionais, que não se limite apenas em se ter sorte nas relações afetivas. Digo sorte mesmo, porque sei o quanto é difícil encontrarmos as pessoas certas para fazerem parte dos nossos laços de amizade, namoros, romances e afins.
Quero uma felicidade exacerbada, quero um final feliz jamais contado em contos de fadas.
Quero a felicidade da alma!

      Patty Coelho

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Você para sempre.

Hoje quando eu acordei, já tinha perdido a metade do dia.
O almoço estava sob a mesa e eu eu como de costume belisquei uns pedaços de peito de frango.
Aquela velha mania de não comer muito para não engordar.
Algumas coisas continuam ainda do jeito que sempre foram.
A porta de casa aberta, eu sentada no sofá, observava as pessoas passarem na rua.
Cada uma delas trazia consigo suas dores, alegrias, seus dilemas do dia-a-dia. Toda essa bagagem que carregamos pelo simples fato de estarmos vivos. Foi aí que eu lembrei de vc, não que eu já tivesse te esquecido, mas é que naqule momento, vendo aquelas pessoas passarem, tua imagem me veio a mente. Eu te vi entrando em casa, te vi sorrindo. E eu ainda não conheço algúem que gostasse tanto de viver como vc. Prova disso, era o teu sorriso contagiante, que mesmo nos momentos mais dificies, que não foram poucos, mesmo nesses momentos, a tua alegria vc não perdeu.
Você fazia de tudo um motivo pra sorrir, vc sorria quando precisava chorar, mas não queria se entregar.
Você não parava em ksa, não deixava nada para o outro dia, vc gastava todo o salário em um único dia.
Você não voltava pra ksa antes da ultima música tocar.
Você amava com toda a intensidade da alma, como se fosse a única e ultima oportunidade de amar.
Você viveu como se só tivesse essa vida pra viver, como se ela fosse muito curta e vc tinha que vivê-la intensamente.
_Quão certa você estava!
Sinto uma enorme saudade, mas fico feliz em pensar que tudo oque vc VIVEU, VALEU MUITO  A PENA.

Eu amo vc, minha irmã, minha melhor amiga nessa vida. Eu nunca vou esquecer você. Viver sem vc eu não consigo. Por isso te levo comigo no meu coração, na minha vida.

sábado, 14 de maio de 2011

Chega de Blá, blá, blá...

Pessoa A: Blá, blá, meus problemas, blah e mais blá.
Depois de horas ouvindo...
Segunda pessoa: Tô precisando desabafar, tem dias que...
Primeira pessoa: Ah, não te contei, meus problemas, blá, meu cachorro, blá, blá,blá...

Numa conversa tem que haver comunicação, um fala o outro ouve e vice e versa.
Mas tem gente que oh DEUS, fala sem parar e não percebe o quanto eh egoísta e chato.
Isso eh um desabafo, jah que muita das vezes eu apenas ouço. Aki pelo menos eu posso falar, quer dizer, escrever oque eu quero, aí algúem lê e responde se quiser, não eh mais justo assim?
E para quem fala muito, observe se a pessoa com a qual vc conversa não estah cansada, com os ouvidos doendo e chateada por vc não perceber que existe algúem, um amigo que assim como vc, também gosta de ser ouvido.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Ferida Aberta - Marina de Oliveira.

O sol se foi

Se foram os meus dias

A dor feriu a minha alegria

A solidão foi a certeza que restou em mim

Mas ainda respiro

Podes me ouvir? Gritar, não consigo

Vem me abraçar, Senhor

Mesmo que saia de mim só gemidos

Quem sabe assim a ferida começa fechar



Mestre...

Não há outro  que conheça tão bem

A profunda dor deixada por alguém

Mostra-me o caminho da superação

Mestre...

Há uma ferida aberta no meu peito

Às vezes penso que não tem mais jeito

Mas Tu És minha motivação...



Só Teu olhar pra chorar minhas lágrimas

Só Teu falar para dizer o que precisa ouvir um coração tão em pedaços

Pedaços de Vida

Podes me ouvir? Gritar, não consigo

Vem me abraçar, Senhor

Mesmo que saia de mim só gemidos

Quem sabe assim a ferida começa fechar



Mestre...

Não há outro conheça tão bem

A profunda dor deixada por alguém

Mostra-me o caminho da superação

Mestre...

Há uma ferida aberta no meu peito

Às vezes penso que não tem mais jeito

Mas Tu És minha motivação!


Música de Marina de Oliveira, para todos aqueles que sofrem por terem perdido algúem que se ama.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Sozinha



Eu procuro, Eu acho.
Eu me escondo, eles me acham.
Eu flerto, Eu fico, Eu seduzo, Eu provoco. Eu fujo.
Eu sou seduzida, provocada, Eu me entrego, sou boba apaixonada.
Eu amo, Eu sou amada.
Eu sou menina ingênua, Eu sou mulher apaixonada.
Eu sou discreta, Eu sou calada.
Eu falo oque Eu penso, Eu não levo desaforo pra casa.
Eu sou amiga, sou "amante", sou a ficante número x, sou a ex- sei lá o que. Sou a perfeita namorada.
Fico, namoro,amo, sofro,seduzo, fujo, me apaixono, me entrego...
Mas oque sou mesmo, é uma mulher sózinha, e é assim que todos me veem.
"_ Ela nunca foi Amada!!"

sexta-feira, 1 de abril de 2011



Eu tento te esquecer

Mas tudo que eu escrevo

É sobre você



Eu não posso me enganar

Fingir que estou bem

Porque não estou



Preciso de você

Preciso de você

Essa noite



E hoje estou aqui

Só pra te cobrar

O que você disse

Que iria ser pra sempre

Mas não foi assim

Agora o que me resta

Escrever nessa carta

Pra lembrar



Eu passo tanto tempo

Só te procurando

Em um outro alguém

Mas não posso me enganar

Sinto sua falta

E ninguém pode ver



Preciso de você

Preciso de você

Essa noite



E hoje estou aqui

Só pra te cobrar

O que você disse

Que iria ser pra sempre

Mas não foi assim

Agora o que me resta

Escrever nessa carta

Preciso de você


Lia, minha melhor amiga, minha irmã guerreira.
Todas as músicas do mundo, todos os versos, todas os poemas mais bonitos, não expressam tudo oque sinto por vc e o quanto vc me faz falta.
Eu tenho tanta saudade, eu pensava que saudade era querer muito algúem e esse algúem demorar para aparecer, mas saudadade mesmo eh esperar por algúem todos os dias e saber que esse algúem nunca vai voltar. Saudade é acordar e saber que não vou te ver em nenhum momento do dia, que não posso te ligar, saudade é ver o lado da cama em que vc dormia vazio...saudade é olhar pra minha sobrinha e sentir o quanto vc faz falta e o quuanto esse papo de mãe ausente, não fazia sentido, agora sua ausencia eh sentida.
Saudade é dormir e sonhar com vc e acordar triste e feliz ao mesmo tempo. Saudade é olhar todas as fotos, é relembrar todos os momentos, é te sentir viva em mim e segundos dpois entrar em desespero, por não saber, por não entender pq algúem tão jovem tem que partir assim. Saudade é angustia, é solidão, é um misto de amor e desespero, pois só temos saudade de quem amamos. Me perdoe se sou fraca, mas ainda não me acostumei a viver sem vc.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Te dedico.

Sabe já faz tempo que eu queria te falar,
Das coisas que trago no peito.
Saudade, já não sei se a palavra certa para usar,
Ainda lembro do seu jeito.

Não te trago ouro,
Porque ele não entra no céu,
E nenhuma riqueza deste mundo.
Não te trago flores,
Porque elas secam e caem ao chão.
Te trago os meus versos simples,
Mas que fiz de coração.

Sabe já faz tempo que eu queria te falar,
Das coisas que trago no peito.
Saudade, já não sei se a palavra certa para usar,
Ainda lembro do seu jeito.

Não te trago ouro,
Porque ele não entra no céu,
E nenhuma riqueza deste mundo.
Não te trago flores,
Porque elas secam e caem ao chão.
Te trago os meus versos simples,
Mas que fiz de coração.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Um mês sem vc.

Hoje eu queria acordar e...
Brigar com vc.
Queria te dizer todas e ouvir todas.
Queria ficar di mal e depois fazer as pazes, porque eh isso que irmãos fazem.
Queria te ligar de madrugada e perguntar: onde vc tah? Mamys estah aflita!
Queria sair com vc pra dançar... pra te ver dançar.
Pra te implorar: Vamu logo embora antes da ultima música tocar.
Queria abrir a porta pra vc de madrugada e te dizer: Maluca pq tu chegou tão tarde?!
Queria te ligar da rua bem tarde, perguntando se alguém tah me procurando e vc me salvasse me emprestando dinheiro pra eu voltar de taxi.
Queria falar mal do carinha que tu ficaste.
Queria te contar do meu azar com os rapazes e daquele meu rolo com aquele mala, que tu sabes.
Queria abrir a porta de casa pra vc e te ver entrar com aqueela coca-cola e te enxer por todos os alimentos calóricos q compraste.
Queria viver esses e outros momentos q eu viví com vc.
E por fim, queria que esse Sonho nunca terminasse.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Tudo o que faltou ser.


"Não me escondo do medo de não me reerguer


Do silêncio de uma vida sem você

De tudo o que faltou ser

Não me escondo do medo de não me reerguer

Do silêncio de uma vida sem você

De tudo o que faltou ser."

Sandy Leah.


Ainda não consigo postar sobre outro assunto. Desculpa quem acompanha o blog, se eu jah estou ficando repetitiva. Vou tentar continuar.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Último Abraço.

E era um adeus...
Eu ouvi teu ateh logo. Se eu soubesse que era uma despedida, teria proolongado aquele que foi nosso último abraço. Mas a vida tem dessas coisas, as pessoas vão de nossas vidas tão rápido e nós não temos tempo de dizermos adeus, de falarmos às pessoas que amamos o quanto as amamos, antes delas nos deixarem para sempre.

Lia, minha irmã, minha amiga, Eu te amo!

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Nos meus Sonhos

Existe um lugar em que eu posso te encontrar.
Existe um lugar que eu posso te abraçar e vc pode me contar
tudo oque vc quiser me contar.
Existe um lugar que eu posso te amar sem sofrer.
Nos meus sonhos...
Eh soh aparecer pra gente " tricotar ".

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Saudade eterna.

Eu carrego você comigo.. (Poema de E.E. Cummings)

Carrego seu coração comigo
Eu carrego no meu coração
Nunca estou sem ele

Onde quer que vá, você vai comigo
E o que quer que faça
Eu faço por você

Não temo meu destino
Você é meu destino meu doce
Eu não quero o mundo por mais belo que seja

Você é meu mundo, minha verdade.
Eis o grande segredo que ninguém sabe.

Aqui está a raiz da raiz
O broto do broto e o céu do céu
De uma árvore  chamada VIDA
Que cresce mais que a alma pode esperar ou a mente pode esconder
E esse é o pródigo que mantém as estrelas á distancia

Eu carrego seu coração comigo
Eu o carrego no meu coração.

Minha irmã, minha amiga, eu te amo e sinto tanto a tua falta.
Saudade de momentos simples como beber coca-cola e comer batata-frita na praça.
Saudade de contar todas as coisas p vc. Tenho tanta coisa a dizer...

Vou guardar a lembrança daquela tarde q vc venceu o Fabrício no guitar hero, estávamos de novo na infancia.
 Te dedico a ultima música q vc brincou.

Cedo ou Tarde


Quando perco a fé,
Fico sem controle
E me sinto mal, sem esperança
E ao meu redor,
A inveja vai, fazendo
as pessoas se odiarem mais.
Me sinto só,(me sinto só)
Mas sei que não estou (Mas sei que não estou)
Pois levo você no pensamento
Meu medo se vai, (Meu medo se vai)
Recupero a fé, (Recupero a fé,)
E sinto que algum dia
ainda vou te ver
Cedo ou Tarde (Cedo ou Tarde)

Cedo ou tarde
A gente vai se encontrar,
Tenho certeza, numa bem melhor.
Sei que quando canto você pode me escutar.
Você me faz querer viver,
E o que é nosso,
Está guardado
em mim e em você
E apenas isso basta

Me sinto só,(me sinto só)
Mas sei que não estou(Mas sei que não estou)
Pois levo você no pensamento
Meu medo se vai,(Meu medo se vai)
Recupero a fé, (Recupero a fé,
E sinto que algum dia ainda vou te ver
Cedo ou Tarde (Cedo ou Tarde)
 Cedo ou tarde
A gente vai se encontrar,
Tenho certeza, numa bem melhor.
Sei que quando canto você pode me escutar.

 Cedo ou tarde
A gente vai se encontrar,
Tenho certeza, numa bem melhor.
Sei que quando canto você pode me escutar.



 TE AMO!

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

12 de janeiro, meu aniversário.

Tenho saudade do tempo da escola

Tenho saudade do tempo em que eu acreditava nas pessoas.

Tenho saudade do tempo que tinha fé.

Tenho saudade dos amigos que o tempo levou.

Tenho saudade do melhor namorado.

Tenho saudade do tempo que não era pressionada a ter namorado.

Tenho saudade do tempo em que eu não me preocupava nenhum pouco com o tempo.


Patty Coelho.





Me dedico.

Às vezes.


Às vezes, o tempo passa mais rápido

Às vezes, o tempo demora para passar

Às vezes, eu me sinto bem

Às vezes, me sinto mal

Mas tudo passa com o tempo.



Às vezes, a vida passa mais rápido

Às vezes, a vida passa mais devagar

Vou aproveitar a vida,

Antes que ela me aproveite



Às vezes, as pessoas te magoam

Às vezes, as pessoas te fazem feliz



Não quero saber

Das opiniões dos outros

Deixe que eu descubro sozinha



Às vezes, eu quero voltar no tempo

Mas não dá

Às vezes eu quero saber o futuro

Mas é impossível

Vou viver o presente



Pitty


        " Sou como você me vê.


Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,

Depende de quando e como  você me vê passar."


Clarice Lispector.









quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Minha alegria é triste.

" Enquanto eu tiver perguntas e não houver respostas... continuarei a escrever."
Clarice Lispector

" Já que se há de escrever, que pelo menos não se esmaguem com palavras as entrelinhas.
...estou procurando, estou procurando. Estou tentando me entender. Tentando dar a alguém o que vivi e não sei a quem, mas não quero ficar com o que vivi. Não sei o que fazer do que vivi, tenho medo dessa desorganização profunda.
Clarice Lispector

"a única verdade é que vivo.
Sinceramente, eu vivo.
Quem sou?
Bem, isso já é demais...."
Clarice Lispector